O volante Petros foi anunciado na última quarta-feira como novo reforço do São Paulo. O jogador, que defendeu o Corinthians entre 2014 e 2015, ainda tem parte de seus direitos econômicos ligados ao time alvinegro e, mesmo no rival, continuará sendo “dividido” entre os clubes.

O São Paulo comprou 50% dos direitos econômicos de Petros junto ao Bétis por R$ 9,3 milhões. Os outros 25% pertencem ao Corinthians e mais 25% estão na mão de empresários. A ideia inicial do time tricolor era comprar pelo menos uma parte dos corintianos, mas as conversas não foram adiante.

Inicialmente, as negociações estão encerradas, mas existe a possibilidade de o São Paulo tentar fazer uma nova investida e conseguir comprar pelo menos parte dos 25% pertences ao Corinthians.

Sobre a possível saída de jogadores, a diretoria corintiana mantém a postura de afirmar que não pretende liberar nenhum jogador, exceto, caso chegue uma proposta realmente interessante. Uma possibilidade é negociar algum atleta e tentar segurá-lo até dezembro.