As categorias de base do Corinthians estão dando muitas alegrias para o torcedor nesta temporada de 2015. No início do ano, o time sub-20 conquistou pela nona vez – é o maior recordista – a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em maio, a mesma categoria se sagrou campeão mundial, na Espanha, superando Barcelona (na semifinal) e Atlético Nacional, da Colômbia, na decisão. Nesta quarta-feira, foi a vez da equipe sub-17 fazer história.

Na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), o Corinthians derrotou o Flamengo por 2 a 1 e faturou pela primeira vez a tradicional Taça BH, torneio que até o ano passado era disputado por jogadores sub-20 e em 2015 passou a ser na categoria sub-17. Esta foi a segunda decisão corintiana na competição, sendo que em 1987 havia perdido para o rival São Paulo.

O meia Fabrício foi o herói da conquista alvinegra ao marcar os dois gols da vitória, ambos já no segundo tempo, enquanto que o lateral-direito Klebinho descontou para o Flamengo, já três vezes campeão da Taça BH (em 1986, 2003 e 2007).

A decisão desta quarta-feira teve a presença de três jogadores que fazem parte da seleção brasileira sub-17: o zagueiro Léo Santos e o volante Renan Areias, do Corinthians, e Klebinho, do Flamengo. Mas foi Fabrício que se destacou com os dois gols corintianos. Um de falta, aos seis minutos, e outro aos 10, em rápido contra-ataque. O clube carioca só conseguiu descontar aos 32, em uma cabeçada de Klebinho.

Para ser campeão, o Corinthians teve apenas uma derrota – para o Figueirense, por 1 a 0, na primeira fase. Nos outros jogos desta etapa, vitórias contra Esportiva-MG (7 a 0), Ponte Preta (4 a 0) e Fluminense (3 a 0). Nas oitavas de final, passou pelo Internacional por 1 a 0. Nas quartas, empate com o Atlético Mineiro por 1 a 1 e triunfo na decisão por pênaltis por 3 a 0. Por fim, nas semifinais, goleada por 4 a 0 no Avaí.