O atacante Paolo Guerrero fez um acordo com a federação peruana e vai poder atuar no jogo da volta contra o Atlético Mineiro pelas quartas de final da Copa do Brasil. Ele foi dispensado de um amistoso que será disputado entre a seleção do Peru e a Guatemala, em 14 de outubro, em Lima. No dia seguinte, o Corinthians vai a Belo Horizonte e pode perder até por 1 a 0 para avançar à semifinal.

“O Guerrero é peça fundamental e é importante você ter um jogador com essa bagagem para esse tipo de jogo. Fiquei sabendo hoje (quarta-feira) que teremos essa possibilidade”, disse Mano Menezes após a vitória na partida de ida, por 2 a 0.

Pelo acordo, Guerrero participará do amistoso entre Peru e Chile, dia 10, e depois será dispensado. Mano, no entanto, não sabe se contará com Elias e Gil, outros dois titulares, que vão disputar amistosos com a seleção brasileira.

Elias e Gil foram convocados para os jogos contra Argentina, dia 11, na China, e contra o Japão, dia 14, em Cingapura. A diretoria do Corinthians pediu a CBF para que os dois jogadores fossem dispensados da partida contra o Japão, mas não foi atendida.

Os dois atletas teria de ir a campo no sacrifício diante do Atlético porque chegariam ao País no dia da partida. “Vamos esperar, é determinante falar com os jogadores para ver como eles estão se sentindo”, afirmou Mano.