MARCEL RIZZO

BRONNITSY, RÚSSIA (UOL/FOLHAPRESS) – Elogiado por Messi quando fez sua estreia pela seleção da Argentina em novembro do ano passado, o meia Cristian Pavón deve ganhar uma vaga na equipe que enfrenta a Croácia pela segunda rodada do Grupo D da Copa do Mundo da Rússia.

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, Pavón disse que jogar ao lado de Messi é um sonho de infância.

“Estou em um bom momento. Sempre sonhei em jogar ao lado de Messi, desde criança, e tomara que possa estar ao lado dele”, afirmou o meia.

Outro que deve ser titular na partida da próxima quinta-feira (21) é o zagueiro Gabriel Mercado. Ele não confirmou a titularidade, mas disse que a Argentina está preparada para o jogo.

“Fizemos alguns trabalhos táticos hoje com variações diferentes, vou tentar dar o melhor, se jogar de lateral, ou de zagueiro central, vamos estar preparados para a partida”, disse o zagueiro. “Não sabemos se seremos titulares, esperamos a definição do treinador”, completou.

Depois de estrear com empate por 1 a 1 com a Islândia, a Argentina tentará a primeira vitória no Mundial contra a Croácia, que venceu a Nigéria por 2 a 0 e lidera o grupo.

“Sabemos que eles têm jogadores que ficam muito com a bola no meio de campo, por isso temos que ter essa calma para marcar e ficar com a bola”, analisa Mercado.

O zagueiro ainda falou sobre a dificuldade de jogar a Copa do Mundo e citou a seleção brasileira, que também empatou na estreia.

“É um campeonato muito disputado, veja o Brasil, um dos favoritos, que empatou. Temos que seguir na mesma linha, acreditando, seguir na mesma linha do nosso treinador”, disse Mercado.

Principal assunto no empate contra os islandeses, o pênalti perdido por Messi ainda repercute.

“Messi já bateu mil pênaltis, fez mil gols assim. Está bem. [Sampaoli] também está bem, com a vontade de fazer o melhor. Todos do corpo técnico estão fazendo o possível para que ganhemos o Mundial”, afirma Mercado.