Em busca de inovações e proporcionar mais “diversão e entretenimento” para os fãs, como ela mesma definiu, a Fifa mudou quase que por completo a cerimônia de entrada das seleções nesta Copa do Mundo.

Bandeiras gigantes no centro do gramado e a música Seven Nations Army, do grupo White Stripes, foram colocadas no protocolo.

É com este tema ao fundo que os jogadores têm entrado em campo, uma mudança radical no que era feito desde o Mundial de 1994.

Nas últimas seis Copas, a entrada sempre se deu com o hino da Fifa.

Agora, além da canção Seven Nations Army, é executada uma outra composição mais clássica, elaborada por Hans Zimmer e Lorne Balfe.

Músicas tradicionais dos países em ação também são executadas. No jogo entre México e Alemanha, ecoou pelo Lujniki a canção “Cielito Lindo”.

Quando um gol é marcado, o tema oficial da Copa “Live it Up” também é tocado.

“A Fifa está extremamente satisfeita com a recepção do público e continuará atrás de iniciativas que ofereçam uma atmosfera mais festiva em estádios da Copa”, disse a entidade à reportagem.