A modelo e estudante Luanda Fraga, 27, nasceu em Porto Alegre, no RS, mas foi como representante da Inglaterra que ela conquistou seu mais novo título: Musa da Copa do Mundo -prêmio organizado por uma empresa brasileira.

Fraga escolheu o país por afinidade. “Já fui para a Inglaterra e gostei muito do país, da cultura.”

Modelo desde 2013, ela já participou de dezenas de concursos de beleza. Seu primeiro título foi o Miss Bumbum Paraná, naquele mesmo ano. Em 2017, foi vice no Musa do Brasil, o que lhe rendeu o convite para ser uma das beldades representando os países que disputam a Copa do Mundo. O concurso é organizado pela M2 Mídia, a mesma responsável pelo Musa do Brasil.

Hoje, Fraga divide os ensaios e competições de beleza com o curso de biomedicina na UniRitter, em Porto Alegre.

Na sala de aula, Fraga é bem mais discreta que nos desfiles de biquíni dos concursos. Ela diz receber muitos elogios, principalmente das colegas. “Os homens ficam assustados, sem reação.”

E entre um ensaio e outro, Fraga, que está solteira, aproveita as festas e eventos universitários.

No futuro, ela quer trabalhar na área de estética. Por enquanto, prefere investir na carreira já consolidada de beleza.

“Agora quero aproveitar tudo que der da minha carreira. Não só como modelo mas também como atriz, dançarina e repórter”, explica a musa. Entre seus trabalhos na área estão clipes, como o “Desceu suave”, de MC Dino, e o programa de entrevistas Papo de Pijama, do canal da Sexy no YouTube, em que fala de sexo e relacionamento.

Para o Musa da Copa, foram oito meses de preparação com dieta e exercícios acompanhados por profissionais. O resultado foi exibido em dois desfiles, um com vestido vermelho curto e cheio de brilho e outro com um diminuto biquíni com as cores da bandeira inglesa, vermelho, branco e azul.

Os figurinos, como todos os que usa desde o Miss Bumbum de 2013, foram feitos pelo estilista Roberto Santos, também conhecido como a drag queen Robytt Moon. “Eu confio muito no trabalho dele. Ele já tem minhas medidas, sabe do que eu gosto, não preciso nem ver o desenho do figurino antes. Houve vezes em que eu cheguei no ateliê, coloquei a roupa e fui direto para o concurso”, conta Fraga.

Mas foi sem figurino que ela aproveitou o prêmio do concurso: o ensaio nu que será capa da edição de julho da revista Sexy. Ela posou ao lado da vice-campeã, a musa que representou a Nigéria, Janne Ferreira. O ensaio foi em um campo de futebol.

Fraga já havia saído na capa da Sexy de janeiro passado, ao lado da campeã do Musa do Brasil, Vanessa Perez. E no “recheio” de uma edição de 2014.

“Desta última vez foi mais tranquilo. Eu estava em melhor forma e me sentia mais preparada. As fotos fluíram muito rápido e o ensaio ficou muito bacana”, disse a modelo.

O próximo passo, afirma Fraga, é emplacar uma capa solo da revista. E garantir uma vaga no Musa do Brasil do próximo ano. “Já estou me convidando”, brinca.