Sem Ibrahimovic, aposentado da seleção, a Suécia reestreia em Mundiais nesta segunda (18), às 9h, ante a Coreia do Sul, no estádio Nijni Novgorod, depois de ficar ausente nas Copas da África do Sul e do Brasil.

A partida encerra a primeira rodada do Grupo F, liderado pelo México, após a surpreendente vitória sobre a Alemanha.

A Coreia do Sul participa da sua nona Copa seguida -foi quarto lugar em 2002.

Para o confronto, o técnico da seleção asiática, Shin Tae-yong, preparou uma supresa inusitada. Procurando driblar a espionagem feita pelos suecos, o treinador revelou que fez constantes trocas dos números das camisas de seus jogadores no período de treinos e amistosos para poder confundir os seus adversários.

“Sei que para os europeus é difícil distinguir os asiáticos, por isso que não revelamos os números desde o início”, afirmou Shin Tae-yong.

A partida da primeira rodada da Copa do Mundo se torneio fundamental para sul-coreanos e suecos. A derrota da Alemanha, tida como favorita na chave, fez o México largar na frente e acirrou mais a disputa.

“Vamos pensar em um jogo de cada vez. Essa foi a nossa filosofia nas eliminatórias, foi isso que nos trouxe aqui”, afirmou o meia sueco Larsson.

SUÉCIA

Olsen; Lustig, Lindelof, Granqvist, Augustinsson; Ekdal, Larsson, Forsberg, Claesson; Tolvonen, Berg. T.: Janne Anderson

COREIA DO SUL

Seung-gyu; Yong, Joo-Ho, Hyun-Soo, Young-Gwon; Woo-Young, Seung-Woo, Seon-Min; Heung-Min, Shin-Wook, Hee-Chan. T.: Shin Tae-yong

Local: Estádio Nijni Novgorod

Horário: 9h desta segunda-feira

Juiz: Joel Aguiller (ESA)