SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O lateral mexicano Miguel Layún usou as redes sociais para que sua família seja preservada após a polêmica com Neymar no jogo de segunda-feira (2). O jogador do México é alvo de torcedores brasileiros por ter dado um pisão no atacante do Brasil.

Com mensagens escritas em português, o mexicano disse não se importar em ser criticado, mas pediu que seus familiares sejam poupados das ofensas.

“Podem enviar mensagens na minha conta, mesmo me ameaçando, não tem problema. Eu sei bem o que é futebol. Mas, me façam um favor, respeitem a minha família. Isso eu não aceito”, escreveu Layún.

No texto apresentado nas redes sociais, Layún reiterou que não teve intenção em machucar Neymar em lance ocorrido fora do campo, próximo à linha lateral.

Segundo Layún, o juiz teria dito a ele que não daria cartão vermelho porque o VAR (árbitro-assistente de vídeo, na sigla em inglês) comprovou que o pisão não foi proposital.

Entre os brasileiros que comentaram na rede social do mexicano, estavam diversos famosos.

A atriz Tatá Werneck, por exemplo, fez uma ameaça em tom jocoso. “Você pisou no pé de um jogador recém-operado? Com todo respeito ao seu país e ao seu time, mas um país inteiro viu sua maldade. Não passe pelo Itanhangá”, em referência ao bairro onde mora, no Rio.

Apresentador da Globo, Tiago Leifert apenas postou um emoticon, enquanto Cleo Pires deixou mensagem mais dura: “Sou a favor do espírito esportivo. Você não teve nenhum. Seu cabelo é lindo, mas sua índole é podre. Pisou de sacanagem no nosso Ney. Agora sofre, covarde. Seu prego”.