Irritados com o lance do gol da Suíça na estreia da seleção brasileira na Copa, torcedores brasileiros foram para a rede social reclamar. Ao encontrarem um perfil Cesar Ramos, nome do árbitro da partida, que não marcou falta de Zuber em Miranda, se vingaram.

Foram mais de 500 mensagens de desagravo. O detalhe é que a conta não era do juiz mexicano e, sim, de um brasileiro, o piloto homônimo do árbitro, que disputa a Stock Car. 

“Vi que estava bombando de comentários indignados. Foram entre 500 e 600 novas mensagens, ganhei mais de 600 novos seguidores. Comecei a dar risada, mas jamais imaginei que o negócio ia tão longe. Na sexta (15), quando foi publicado o nome do árbitro, a gente ainda brincou aqui em casa que eu ia ter problema”, contou, à reportagem

Bem-humorado, o gaúcho brincou com a situação. Ele recebeu mensagens tanto privadas como em comentários na última publicação, um vídeo de uma brincadeira com a namorada que teve quase 300 mil visualizações.

Além de palavrões, os torcedores questionavam a atuação do árbitro. “Seu cego”, “O gol foi irregular”, “Ladrão”, escreveram. “É ele? Quero saber se vou xingar a pessoa certa dessa vez”, questionou uma garota.

“Eu entrei na brincadeira. Na hora dos lances, não pensei nisso. Estava tão concentrado e tenso que nem me liguei. Comecei a receber mensagens de amigos dizendo que eu estava roubando para o time errado. Foi muito louco o negócio. As pessoas xingavam e diziam que iriam descobrir onde eu moro”, disse, aos risos.

“Só fiquei surpreso de como as pessoas não dão a mínima conferida antes de sair xingando, mas estou transformando em algo positivo. Agora, não é fácil ser o cara mais odiado do Brasil. Coitado do juiz verdadeiro”, brincou.

Depois da confusão, alguns internautas começaram a pedir desculpas e Ramos foi na onda. Ele publicou uma montagem do seu rosto no lugar do rosto do juiz mexicano durante a partida. “Segue o jogo. Levanta menino Ney”, escreveu.