Depois de perder o Coritiba da elite do futebol brasileiro, a Federação Paranaense de Futebol (FPF) também deve ser momentaneamente desfalcada no apito. O árbitro Evandro Rogério Roman sofreu uma lesão na coxa esquerda e corre risco de ficar de fora das primeiras rodadas do Brasileirão 2010.

O árbitro se machucou no dia 29 de março, enquanto participava de testes físicos da CBF em uma pista de atletismo da Universidade Estadual de Londrina, em Londrina.

Exames de ressonância magnética realizados em uma clínica londrinense apontaram um edema intramuscular, o que dá previsão de afastamento de Roman por pelo menos 40 dias.

Questionado sobre as possíveis consequências do afastamento, Evandro Rogério Roman evita comentar o assunto. “É uma solicitação da CBF, pedindo que eu não me posicione”, disse.

O presidente da comissão de arbitragem da FPF, Afonso Vitor de Oliveira, lamentou o fato. “Infelizmente, a recuperação não deve ser rápida e teremos que aguardar. Esse é um tipo de lesão que pode agravar, caso o árbitro volte a trabalhar antes de se curar 100%”, disse.

Lista seleta

O Paraná atualmente tem em seu quadro 22 árbitros licenciados para apitar competições nacionais. Evandro Rogério Roman faz parte da seleta lista de apitadores do Estado que figuram na 1ª divisão do futebol brasileiro, junto de Heber Roberto Lopes, Edivaldo Elias da Silva e Antônio Denival de Moraes.

Apesar de ser gaúcho, Roman reside em Cascavel e apita jogos da elite do futebol paranaense desde 1994. Em 96 o árbitro estreou na elite do futebol nacional.