Se contra o Cruzeiro, também no Pacaembu, em sua estreia pelo Corinthians, o goleiro Renan foi firme e disse que não falhou no gol de Wallyson, nesta quarta-feira ele admitiu o erro no empate do América. “Foi uma indecisão minha, precipitação. Eu deveria ter ficado no gol”, analisou o jogador de 20 anos contratado junto ao Avaí já durante o Brasileirão.

No lance, Marcos Rocha cruzou da direita, Renan saiu mal e trombou com Leandro Castán. Kempes tirou proveito do erro e marcou de cabeça. “Não vi nada, só senti um encostão, uma joelhada na coxa”, afirmou o zagueiro, sobre uma suposta falta dos mineiros no lance.

Em três jogos desde que Julio Cesar se machucou, Renan sofreu cinco gols e o time perdeu pelas duas primeiras vezes na competição. Antes, em 10 jogos, o time havia sido vazado em apenas quatro oportunidades.