enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Conmebol divulga estádios aptos à final da Libertadores

Neste domingo, a Conmebol divulgou em seu site oficial, um comunicado que possui a lista dos estádios aprovados para receber a final da Copa Libertadores de 2014. Assim como nos últimos anos, a capacidade mínima exigida continua de 40 mil lugares. Das 38 equipes que estarão presentes no torneio, 16 não devem utilizar suas casas, se chegarem à decisão. Além da final, a Conmebol também definiu que os estádios devem possuir até 10 mil pagantes na fase de grupos e até 20 mil entre as oitavas de final e as semifinais.

No entanto, a Conmebol abre uma brecha em seu próprio regulamento. Abaixo da tabela, a entidade publica um texto dizendo que os alguns estádios ainda podem entrar na lista da final. “Os estádios que não figuram na tabela anterior (com os 17 estádios), mas que tenham sido sedes de jogos de Eliminatórias da Copa do Mundo da Fifa, Campeonatos Mundiais e Campeonatos Continentais, poderão ser utilizados nas Finais da Copa Bridgestone Libertadores, com prévia autorização do Comitê Executivo da Conmebol”, disse o comunicado.

Com a decisão da entidade, três das cinco equipes brasileiras poderão realizar uma final em casa. Arena Grêmio (Grêmio), Maracanã (Flamengo e Botafogo) e Mineirão (Cruzeiro) foram liberados pela Conmebol. Atual campeão da Libertadores, o Atlético Mineiro teve de jogar a final da competição contra o Olimpia na “casa” do Cruzeiro, já que o estádio Independência possui capacidade para 20 mil pessoas.

Situação curiosa vive o Atlético Paranaense. O clube tem mandado seus jogos no estádio Durival de Britto, de apenas 20 mil lugares, e não conseguiria jogar uma possível decisão no local. Caso a Arena da Baixada fique pronta a tempo, é possível que a equipe mande a final para sua casa. Sede da Copa do Mundo, o estádio terá 42 mil lugares e deve ser reinaugurado até março. A lista completa dos estádios será divulgada no dia 18 de janeiro.

Confira a lista dos estádios liberados:

ARGENTINA

Estádio José Amalfitani (Buenos Aires)

Estádio Marcelo Bielsa (Rosário)

Estádio Pedro Bidegain (Buenos Aires)

BOLÍVIA

Estádio Hernando Siles (La Paz)

BRASIL

Arena Grêmio (Porto Alegre)

Mineirão (Belo Horizonte)

Maracanã (Rio de Janeiro)

CHILE

Estádio Nacional Julio Martínez Pradanos (Santiago)

COLÔMBIA

Estádio Atanasio Girardot (Medellín)

Estádio Pascual Guerrero (Cali)

Estádio Nemesio Camacho ‘El Campín’ (Bogotá)

EQUADOR

Estádio Liga Deportiva Universitaria ‘LDU’ (Quito)

Estádio Monumental Isidro Carbo (Guayaquil)

PARAGUAI

Estádio Defensores del Chacho (Assunção)

PERU

Estádio Universitario de Deportes ‘Monumental’ (Lima)

URUGUAI

Estádio Centenário (Montevidéu)

VENEZUELA

Estádio Olímpico Jose Antonio Anzoategui (Puerto La Cruz)

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas