Quando o técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, disse que poderia aparecer uma surpresa na lista dos atacantes convocados para o amistoso contra a África do Sul, Alan Kardec passou a ser um dos nomes mais cotados para a vaga, já que se enquadra no perfil dito pelo treinador. Nesta quarta-feira, o atacante admitiu ansiedade para ser chamado, mas disse manter os pés no chão.

“Já escutei falarem isso, mas acho que o foco é no Palmeiras. Tudo que possa acontecer paralelamente é em relação ao trabalho no Palmeiras. Claro que você escuta uma pessoa aqui outra ali, mas temos que manter os pés no chão”, disse o atacante, que diz viver um dos melhores momentos da carreira no clube.

“Passei bem no Benfica, ganhei títulos importantes, assim como aconteceu no Santos. Mas agora estou mais amadurecido. Ganhei um título aqui e se tiver oportunidade de disputar outros mais, vou continuar com essa mentalidade”, afirmou o jogador, que disputou 36 partidas e 17 gols com a camisa alviverde.

O atacante ainda mostrou admiração por Adriano e citou o novo reforço do Atlético-PR como um exemplo de jogador que poderia estar brigando com ele por uma vaga, embora existam outros grandes jogadores para a posição.

“O Adriano poderia estar brigando pela camisa 9. Ele é um jogador que poderia estar jogando. E temos outros bons jogadores no Brasil e uma seleção que foi campeã da Copa das Confederações e que já tem uma base”, afirmou o atacante.