O secretário-geral do Comitê Organizador Rio-2016, Carlos Roberto Osório, assegurou nesta terça-feira que o orçamento dos Jogos Olímpicos, que gira em torno de R$ 30 bilhões, “foi feito com muito cuidado”. Além disso, prometeu que “tudo será fiscalizado”.

“Os três níveis do governo e o comitê organizador têm compromisso com a transparência. As garantias de que tudo será feito já foram dadas ao COI [Comitê Olímpico Internacional]”, disse, em entrevista à TV Globo.

“O Rio de Janeiro, para chegar à final com condições de vitória, teve que dar as garantias: o que vai ser feito, quanto custa, quando a obra começa e quando termina. Existe um plano que agora tem que ser executado”, completou Osório.

Indagado por um internauta se até o dinheiro do cafezinho será fiscalizado, Osório garantiu que haverá transparência em todas as contas.