A Juventus não teve nenhum trabalho para avançar às semifinais da Copa da Itália. Nesta quinta-feira, mesmo com um time mais reserva do que misto, a equipe de Turim atropelou o Verona, em casa, por 6 a 1. O goleiro Rafael, ex-Santos, e o zagueiro mexicano Rafa Márquez, nada conseguiram fazer para impedir a goleada.

O goleiro falhou no primeiro gol da Juventus, marcado por Giovinco, de falta. Roberto Pereyra colocou a bola por entre as pernas do uruguaio Gillermo Rodríguez e anotou o segundo. Giovinco recebeu de Lichtsteiner e fez o terceiro, ainda no primeiro tempo.

Um dos únicos titulares escalados pelo técnico Maximiliano Allegri, Pogba fez um gol estranho. Ele errou duas vezes o chute, mas ficou com a sobra nos dois lances para anotar o quarto. Álvaro Morata fez de pênalti e restou ao garoto francês Coman, de 18 anos, marcar o gol mais bonito da noite. Ele recebeu na ponta direita, foi entrando para o meio do campo e arriscou de longe, acertando o ângulo.

Pelo Verona, marcou o brasileiro Nenê, após cobrança de escanteio, quando a Juventus ganhava por 4 a 0. Os dois times voltam a se encontrar domingo, desta vez pelo Campeonato Italiano.