Com uma lesão no tendão da região posterior da coxa esquerda, o volante Eguren deverá iniciar um tratamento bem diferente dos métodos tradicionais utilizados no Brasil. Para acelerar a recuperação do jogador uruguaio, o Palmeiras irá enviar o atleta para os Estados Unidos onde receberá o auxílio de profissionais que atendem os jogadores do Los Angeles Lakers e do Los Angeles Clippers, equipes da NBA, utilizando células-tronco.

O objetivo da equipe paulista é regenerar o tecido do tendão, possível somente com este tratamento norte-americano. Para tomar a decisão, o departamento médico palmeirense e Eguren chegaram a um consenso que a nova técnica deverá ser benéfica ao jogador.

Aos 33 anos, Eguren não atua pelo Palmeiras desde o dia 13 de setembro, quando a equipe acabou derrotada por 3 a 0 para o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, no Maracanã. O contrato do atleta, com passagens pela seleção uruguaia, vai apenas até o fim do ano.

REFORÇO – Nesta segunda-feira o Palmeiras terá o segundo treino com o volante Washington, emprestado pelo Joinville até o fim do ano, que deverá buscar uma vaga no meio-campo da equipe de Dorival Junior, que tem escalado frequentemente laterais na função de volante nos jogos.