O goleiro Neto recebeu a confirmação de sua convocação para as Olimpíadas de Londres ontem, enquanto treinava no CT do Caju e se sente realizado profissionalmente. “Fico feliz por ter sido lembrado. É um objetivo que eu tinha e acabou sendo alcançado. Espero poder colher muito mais frutos na minha carreira. A felicidade é muito grande”, afirmou o jogador.

Neto, que deixou o Atlético no final de 2010 viveu momentos difíceis na Fiorentina, da Itália. Depois da insistência para ser vendido, não teve grandes oportunidades no clube europeu e tem amargado a reserva no Velho Continente. Mesmo longe da meta, o jogador não sentiu sua vaga na Seleção de Mano Menezes ameaçada.

“Foi uma escolha que eu tinha que fazer na época e era a melhor para mim. Estou feliz, realizado e realizando meu sonho. Todo jogador sonha com isso, em defender a seleção e numa competição com esta”, destacou o jogador. Neto faz parte oficialmente de um projeto inédito do futebol brasileiro que é a conquista da medalha de ouro, única marca que falta na história da Seleção.

E o jogador aposta alto nos companheiros. A experiência a equipe, que tem apenas três jogadores com idade acima dos 23 anos: o atacante Hulk, o lateral-esquerdo Marcelo e zagueiro Thiago Silva. A experiência dos demais convocados em seus clubes dão mais confiança ao goleiro para que o Brasil finalmente chegue ao tão sonhado e esperado ouro em olimpíadas.

“É um grupo jovem, mas rodado. Temos grandes chances de conquistar esta medalha. Espero trazer este título e fazer história no futebol”, afirmou o goleiro. Assim como Neto, o lateral-esquerdo Alex Sandro, hoje no Porto, também foi convocado ontem por Mano Menezes, mas o jogador já estava em Santos. Ele deixou o CT do Caju na quarta-feira para esperar pela convocação coma família.