O grupo do São Paulo se reapresentou nesta segunda-feira, ainda abatido pela derrota para o Cruzeiro, por 3 a 0, sábado, em pleno Morumbi, chegando à sua pior sequência na história. Enquanto os titulares faziam trabalho regenerativo, os reservas entraram em campo no CT da Barra Funda para um jogo-treino contra o Audax-SP.

Na torcida, na arquibancada do campo principal do centro de treinamento, estava o presidente Juvenal Juvêncio, alvo de críticas da maior parte da torcida tricolor pelo mau momento vivido pelo clube. Acompanhado de diretores, ele assistiu a equipe vencer por 2 a 0, gols de Lucão e Silvinho.

O São Paulo entrou em campo com: Denis; Lucas Farias, Paulo Miranda, Edson Silva e Reinaldo; Fabrício, João Schmidt e Roni; Negueba, Silvinho e Ademilson. No segundo tempo, Autuori deu oportunidade aos jovens Diego, Lucão, Régis, Mateus Caramelo e Allan.

Totalmente recuperado após sofrer uma lesão no ligamento cruzado do joelho, Negueba participou normalmente da partida e mostrou que está à disposição do técnico Paulo Autuori.

“Não senti nenhuma dificuldade e, agora, vou buscar o entrosamento ideal para poder entrar em campo e tirar o São Paulo dessa situação. Me senti bem e não tive nenhuma restrição. Nesse jogo deu para perceber que estou pegando mais confiança e consegui me movimentar bastante”, afirmou o atleta, que ainda não estreou no São Paulo.