O Arsenal recebeu o Cardiff nesta terça-feira, em Londres, e voltou a vencer pelo Campeonato Inglês. Em dia marcado pelas homenagens a Emiliano Sala, o time da casa superou a atuação apagada para confirmar o favoritismo e triunfar por 2 a 1, mantendo-se na luta por uma vaga na Liga dos Campeões.

O resultado levou o Arsenal a 47 pontos, em quinto, mesmo número do Chelsea, que hoje estaria na Liga dos Campeões e ainda tem uma partida a menos. No domingo, os comandados de Unai Emery terão a dura tarefa de visitar o Manchester City. Já o Cardiff estacionou nos 19 pontos, em 18.º e dentro da zona de rebaixamento. No sábado, recebe o Bournemouth.

Antes do apito inicial nesta terça, homenagens a Emiliano Sala, desaparecido há uma semana após o sumiço do avião em que estava. O Arsenal colocou o nome do argentino na escalação do Cardiff, para onde o atacante havia acertado sua transferência. Também foi respeitado um minuto de silêncio, com a foto dele no telão.

Com a bola rolando, o time londrino ficou devendo. Diante de um dos últimos colocados do Inglês, pouco atacou e ainda levou alguns sustos. O goleiro Leno e a falta de pontaria dos atacantes do Cardiff impediram que o prejuízo fosse maior no primeiro tempo.

Na etapa final, a partida seguiu com o mesmo cenário. Somente aos 19 minutos, quando o zagueiro Manga errou na cobertura e cometeu pênalti infantil em Kolasinac, o Arsenal teve a chance de sair na frente. Aubameyang não desperdiçou e deslocou o goleiro para dar a vantagem à equipe.

O gol deu a tranquilidade que os londrinos precisavam. Se seguiam com desempenho abaixo do esperado, ao menos não sofriam sustos na defesa. Aos 38, Lacazette fez grande jogada pela direita, invadiu a área e fuzilou para a rede, ampliando para o Arsenal. Nos acréscimos, Mendez-Laing diminuiu com belo gol, mas era tarde para a reação.

OUTROS RESULTADOS – Em outras partidas encerradas pelo Inglês nesta terça, destaque para o Everton, que voltou a contar com os gols de Richarlison para vencer. Foi o brasileiro quem definiu o triunfo por 1 a 0 sobre o lanterna Huddersfield, fora de casa, que levou o time de Liverpool a 33 pontos.

Desesperado na luta contra o rebaixamento, o Fulham mostrou sinais de reação ao vencer em casa o Brighton & Hove Albion, por 4 a 2, subindo para 17 pontos, ainda na vice-lanterna. Já o Wolverhampton recebeu o West Ham e não teve qualquer dificuldade para derrotá-lo por 3 a 0, subindo para 35 pontos, em sétimo.