Com gols de brasileiros, o Shakhtar Donetsk não deu chances à Roma nesta terça-feira e avançou às quartas de final da Liga dos Campeões. O time ucraniano, que atuou em casa, derrotou os italianos por 3 a 0, após vencer o jogo de ida por 3 a 2. Willian e Eduardo balançaram as redes e deram grande contribuição para a vitória dos anfitriões.

Pressionada pelo revés na Itália, a Roma começou melhor nesta terça e chegou a criar boas chances de gol. Sem Adriano, que teve seu contrato rescindido nesta terça, coube a Vucinic e Borriello comandarem o ataque romano. No entanto, eles mostraram fragilidade nas finalizações e ainda viram os donos da casa exibir maior eficiência.

Aos 18, Hubschman venceu o goleiro Doni, após cruzamento de Willian e vacilo da defesa visitante. Dez minutos depois, a Roma, de Juan e Taddei, teve grande chance de empatar. Borriello bateu mal pênalti e parou nas mãos do goleiro Pyatov. Na sequência, Philippe Mexes fez falta dura no brasileiro Luiz Adriano e foi expulso de campo.

Em situação bem mais favorável, o Shakhtar assumiu o controle do jogo e não demorou para ampliar o placar. Após cobrança de escanteio, Willian encobriu Doni e marcou o segundo dos ucranianos, aos 12 minutos.

O terceiro gol surgiu aos 42. Eduardo, brasileiro naturalizado croata, aproveitou falha da defesa, invadiu a área e finalizou cruzado para o fundo das redes. Agora, o Shakhtar Donetsk aguarda o sorteio da Uefa para conhecer seu adversário das quartas de final da Liga dos Campeões.