Em um jogo morno nesta quinta-feira, sem grandes emoções durante quase 90 minutos, bastou um lance, aos 40 minutos do segundo tempo, para definir o confronto entre Venezuela e Paraguai. Em um erro fatal do zagueiro Viscarrondo, que pode ser considerado como uma “assistência”, os paraguaios marcaram com Derlis González e venceram por 1 a 0, no estádio José Antonio Anzoátegui, em Puerto Ordaz, na Venezuela, na rodada de estreia das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia.

Com três pontos, o Paraguai começa bem a luta por uma vaga para voltar a um Mundial – não obteve a classificação para o torneio disputado no Brasil, em 2014 – e se recupera dos péssimos resultados nas fases finais da última Copa América, no Chile. Foi goleado pela Argentina por 6 a 1, nas semifinais, e perdeu do Peru na decisão do terceiro lugar. Os argentinos, por sinal, serão os próximos adversários nas Eliminatórias – na terça-feira, estádio Defensores del Chaco, em Assunção.

Já a Venezuela, que tenta ir a uma Copa do Mundo pela primeira vez na história, conta com um bom retrospecto em casa para obter a façanha. Mas teve um péssimo início e agora terá de encarar o Brasil, na terça-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza.

Em campo, prejudicado pela chuva que caiu na região, venezuelanos e paraguaios fizeram uma partida morna. Foram muitas faltas e erros de passe, especialmente no meio de campo. Os donos da casa tentaram fazer uma pressão, empolgados com a festa de seus torcedores, mas pouco assustaram o goleiro Silva.

A vitória do Paraguai veio, então, em um erro do zagueiro Vizcarrondo, que foi ajeitar de peito um lançamento adversário, acabou tirando a bola do goleiro Baroja e deixou a bola limpa para Derlis González sozinho tocar para o gol.