Depois de levar um 6 a 0 na rodada anterior, um empate para o Criciúma seria lucro. E foi ainda maior por ter segurado o líder do Campeonato Brasileiro, o Internacional, no Estádio Heriberto Hülse. Apostando na defesa, mesmo com um jogador a menos em boa parte do jogo, o time conseguiu anular os destaques do adversário e impedir as investidas da equipe colorada.

O empate, porém, assegurou ao Inter a liderança isolada da competição, com 11 pontos ganhos, um à frente de Cruzeiro, Grêmio e Goiás, respectivos vice-líder, terceiro e quarto colocados. Já o Criciúma segue na zona de rebaixamento, mas agora com quatro pontos, na 17ª posição.

A desvantagem do time da casa estava estabelecida desde antes da partida. A estratégia do técnico Wagner Lopes se baseou em anular o principal jogador do Inter, o meia D’Alessandro. Marcado com força, o argentino não deixou de exibir sua malandragem, tentando desestabilizar os jogadores psicologicamente. Mais de uma vez houve discussões entre os adversários durante a marcação no meio-de-campo.

Num jogo em que a defesa superou o ataque, o destaque foi o goleiro Gallato. No final do primeiro tempo, o camisa número 1 do Criciúma salvou por duas vezes em menos de dois minutos, aos 33: primeiro espalmando uma bomba de Rafael Moura e em seguida mandando outra de Fernando para escanteio.

Mesmo após ter o zagueiro Eduardo expulso e praticamente todo o time recuado, o Criciúma conseguiu criar. Aos 18 do primeiro tempo, Paulo Baier conseguiu espaço para chutar da entrada da área, mas mandou para fora. Aos 13 minutos do segundo tempo, Baier cobrou uma falta perigosa, que foi afastada pelo meia colorado Alex.

No segundo tempo, as alterações do Inter foram para deixar o time mais ofensivo ainda, mas isso custou a retirada dos destaques do time. Pressionado, o Criciúma manteve a calma, ajudado ainda por um “milagre” do goleiro, aos 47 do segundo tempo: um cruzamento de Otávio encontrou Valdívia, que cabeceou forte e no ângulo. Gallato voou para espalmar e sair de campo ovacionado pela torcida.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA 0 X 0 INTERNACIONAL

CRICIÚMA – Gallato; Eduardo, Escudeiro, Fábio Ferreira e Bruno Cortez; Serginho, Rodrigo Souza e João Vitor, Paulo Baier (Gualberto); Silvinho (Lucca) e Bruno Lopes (Ezequiel). Técnico: Wagner Lopes.

INTERNACIONAL – Dida; Diogo, Ernando, Juan e Fabrício; Willians (Otávio), Wellington, Alex (Wellington Paulista), D’Alessandro (Valdívia) e Alan Patrick; Rafael Moura. Técnico: Abel Braga.

CARTÕES AMARELOS: Eduardo (Criciúma); Willians, Rafael Moura, Juan (Internacional).

CARTÕES VERMELHOS: Eduardo (Criciúma).

ÁRBITRO: Raphael Claus (SP).

PÚBLICO: 13.312 torcedores.

RENDA: R$ 295.950,00.

LOCAL: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).