Os torcedores colombianos são maioria absoluta na entrada do Estádio Sun Life, em Miami, nos Estados Unidos, para o amistoso contra a seleção brasileira. Se a proporção for mantida até o horário da partida, 22 horas (Brasília), os jogadores brasileiros vão enfrentar uma torcida rival como se estivessem jogando fora de casa.

O fabricante de televisores Allem Moreno, um dos milhares de colombianos que se preparam para entrar na arena, explica que a localização do estádio, no norte de Miami, favorece o deslocamento dos torcedores de Falcao García. “Existem milhares de colombianos que moram perto do estádio e isso facilita essa invasão”, afirmou. Os brasileiros se concentram em outras regiões de Miami, como no condado de Braward, distante da arena.

Outro fator que explica o entusiasmo colombiano é o bom momento da equipe. A Colômbia fez um Mundial e teve o artilheiro da competição, o meia James Rodríguez, vendido ao Real Madrid na última janela de transferências.

“A Colômbia está subindo e o Brasil tem muitos problemas”, avaliou o operário Castro Dominguez. O Brasil vive um momento de reconstrução após o fracasso no Mundial. Para esse primeiro jogo após as derrotas para Alemanha e Holanda, o técnico Dunga reconheceu que a Colômbia leva “ligeira vantagem”.