O Colo Colo venceu o Deportivo Táchira por 2 a 1, na noite da última terça-feira, em Santiago, e assumiu a liderança do Grupo 5 da Copa Libertadores. Com nove pontos ganhos, a equipe chilena assim aumentou a pressão sobre o Santos, que nesta quinta enfrentará o Cerro Porteño, em Assunção, com a obrigação de conquistar ao menos um empate para seguir com chances de classificação à próxima fase.

Com cinco pontos, o time comandado por Muricy Ramalho ocupa a terceira posição da chave, justamente atrás do Cerro Porteño, vice-líder com oito. O Táchira, com dois pontos, foi eliminado ao cair diante do Colo Colo, pois tem apenas mais um jogo a disputar na primeira fase, no próximo dia 20, justamente contra o time santista.

Caso fique na igualdade no placar com o Cerro nesta quinta-feira, o Santos terá a obrigação de vencer o Táchira na última rodada, no Pacaembu, e ainda precisará torcer para que Colo-Colo e Cerro não empatem no Chile, no outro jogo do dia que fechará o Grupo 5.

No duelo desta terça-feira, o Táchira chegou a sair na frente com um gol de Greco logo aos 4 minutos de partida, mas o Colo Colo reagiu rápido e conseguiu a virada com dois gols do atacante Rubio, um aos seis e outro aos 23 ainda da primeira etapa.

GRUPO 8 – Em outros dois jogos disputados na noite de terça-feira, foram definidos os dois classificados do Grupo 8 da Libertadores. A LDU se garantiu como líder da chave ao bater o Godoy Cruz, da Argentina, por 2 a 0, em Quito, e chegar aos dez pontos. A segunda vaga do grupo ficou com o Peñarol, que ficou na vice-liderança, com nove, mesmo com a derrota de 1 a 0 para o eliminado Independiente, outro time argentino, no Uruguai.

Bolaños e Barcos marcaram os gols da vitória da LDU, enquanto Facundo Parra balançou as redes no inútil triunfo do Independiente, que fechou a chave na terceira posição, com sete pontos, um à frente do Godoy Cruz.