Orivaldo Dorta – Zoriva/Divulgação
O Roma Apucarana tenta voltar
pra elite do Paranaense.

A cada dia, a Segundona paranaense mais se parece com um campeonato de várzea.

Clubes itinerantes, goleadas extravagantes e fracasso de público mostram o lado semi-amador da Divisão de Acesso do Estado.

A última lambança é promovida pela AFA (Associação de Futebol da Amerios), time fundado em Umuarama mas prestes a mudar-se para a vizinha Goioerê. O problema é o impasse com o Estádio Lúcio Pepino, em Umuarama, vetado pela comissão de vistorias da FPF. ?A lei não permite que a Prefeitura faça as melhorias necessárias. A mudança foi a solução?, falou o empresário Welton Lopes Terra Jr., dono do time que amarga a lanterna da competição.

Terra diz que preferia permanecer em Umuarama, cidade em que vive, tanto que deu ao time o nome da Amerios, ou Associação dos Municípios do Entre-Rios, microrregião do Paraná onde fica Umuarama. ?Por enquanto mandaremos os jogos em Goioerê. Mas estamos conversando com outras cidades. De repente sai uma parceria duradoura?, falou o empresário, que por enquanto mantém o ?Umuarama? no nome do time, mesmo jogando em outra praça.

Hoje o Foz do Iguaçu estréia
diante da sua torcida contra
o líder Nacional.

A AFA foi o segundo dos oito participantes da Segundona a trocar de endereço. Antes, o então Astrel Pitanga fez as mochilas e mudou-se para Maringá, onde adotou o nome de Iguatemi. Mas logo na 3.ª rodada o time terá que mandar uma partida em Engenheiro Beltrão por causa de um show no Estádio Willie Davids.

O reflexo natural da bagunça é o desinteresse das arquibancadas. A 1.ª rodada teve ridícula média de 200 pagantes por partida. O panorama só mudou na segunda rodada porque o Operário – mais tradicional time da Segundona e dono de uma fiel torcida – jogou em Ponta Grossa e levou 2.437 pagantes ao Germano Krüger.

O nível técnico aparenta ser bastante desigual. Os clubes combinaram usar apenas jogadores de 24 anos ou menos. Em oito jogos, ocorreram seis goleadas, a maior delas um 8 a 0 do Nacional de Rolândia sobre o AFA-Umuarama. Maringá Iguatemi, AFA e Sport Campo Mourão, que sofreram juntos 27 gols e não somaram ponto, são os candidatos a saco de pancada da competição.

A 3.ª rodada será disputada toda hoje, e em horários exóticos: Sport x Roma, às 10h, em Campo Mourão; Maringá x Francisco Beltrão, às 10h15, em Engenheiro Beltrão; e AFA-Umuarama x Operário, às 10h20, em Goioerê.

Os jogos começam de manhã para fugir da concorrência com as finais dos campeonatos estaduais.

A única partida da tarde reúne Foz do Iguaçu e Nacional, no Estádio ABC, em Foz do Iguaçu, às 15h30.