O Grêmio precisa de gols, mas pode ficar sem o centroavante Christian para enfrentar o Independiente, hoje, às 21h40, em Medellín. Enquanto os gaúchos estão com problemas, inclusive o de ganhar fora de casa, o time colombiano está entusiasmado. Conquistou um empate de 2 a 2 no jogo de ida, em Porto Alegre, e agora terá a volta do meia Tressor Moreno, considerado o jogador mais habilidoso da equipe, que estava suspenso. Além disso, a torcida mais apaixonada da Colômbia já comprou todos os 53 mil ingressos para o jogo que vale vaga na semifinal da Libertadores.

O Grêmio quer evitar que a decisão vá para os pênaltis, porque costuma se dar mal nessas situações. Há traumas históricos, como a decisão intercontinental de 1995, perdida para o Ajax, em Tóquio, e as semifinais da Libertadores de 2002, quando a vaga para a decisão ficou com o Olimpia, do Paraguai.

O problema de Christian começou no jogo contra o São Paulo, no domingo. Sentindo dores na coxa direita, o centroavante foi substituído no segundo tempo. Diagnosticada a contratura muscular, o clube fez o jogador viajar para a Colômbia e apostou na sua recuperação.

Se Christian não passar pelo teste que fará hoje à tarde, será substituído por Caio. Ainda assim poderá ficar no banco para o eventual sacrifício de entrar nos 15 minutos finais, quando o Grêmio vai recorrer aos lançamentos longos para a área se estiver necessitando de um gol.

Os jogadores querem a vitória não só por motivos esportivos. Sem receber direitos de imagem há três meses, eles já foram informados pela direção do clube que os recursos podem vir dos prêmios que a Confederação Sul-Americana de Futebol repassa a quem avança na competição. O clube que conquistar o título acumulará prêmios de US$ 1,6 milhão.

O técnico do Independiente, Víctor Luna, ainda não decidiu quem sairá do time para dar lugar a Tressor Moreno. A opção mais provável é a retirada do lateral-direito Ramos e a recomposição da defesa, com quatro defensores em vez dos cinco que jogaram em Porto Alegre. A outra alternativa é a saída do volante Jaramillo, o que daria características mais ofensivas ao meio-campo.

Apesar da desvantagem psicológica, o Grêmio tem boas lembranças do estádio de Medellín. Foi lá que o clube conquistou sua segunda Libertadores, em 1995, diante do Nacional de Higuita e Aristizábal.

Independiente x Grêmio

Independiente Medellín: González; Calle, Baloy, Perea e Cortés; Jaramillo (Ramos), Restrepo, Moreno, Molina e Montoya; Serna. Técnico: Víctor Luna.

Grêmio: Danrlei; Gavião, Claudiomiro e Roger; Anderson Lima, Amaral, Tinga, Rodrigo Fabri e Gilberto; Luís Mário e Christian (Caio). Técnico: Tite.

Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai). Horário: 21h40. Local: Estádio Atanasio Girardot, em Medellín.