Neste sábado o Atlético Paranaense enfrenta o Náutico, às 18h30, em Recife. O jogo marca o reencontro do elenco atleticano com o treinador Geninho, ídolo da torcida rubro-negra, que ajudou a equipe a se livrar do rebaixamento no ano passado, foi campeão Paranaense neste ano e comandou o Furacão até a quinta rodada do nacional, pedindo demissão após a derrota para o Atlético-MG na Arena.

“É um grande treinador que tem uma história muito bonita no Clube. Nos ajudou muito no ano passado e este ano com a conquista do título. É uma pessoa de excelente caráter, que nos ensinou muito dentro e fora de campo. Mas nesse duelo espero que nosso time vença. Mas eu desejo muito sucesso para ele na seqüência”, destacou o volante Chico.

O comandante do Furacão da vez é Antonio Lopes, e o jogador ressaltou a postura pedida pelo delegado para o reencontro com o ex-comandante. “Temos que manter a mesma pegada que estamos tendo em casa, para buscarmos um resultado positivo. É um jogo difícil, pela situação do Náutico, mas temos que marcar forte”, avaliou.

No meio da tabela, o jogador comentou a importância de um bom resultado para buscar novos objetivos na competição. “O sonho é sempre válido, e tem que sonhar com coisas grandes. Mas nosso objetivo principal é fazer os pontos necessários para sair do rebaixamento. Depois passamos a pensar onde podemos chegar. Uma vitória sobre o Náutico aumenta a nossa confiança e nos mantem com um bom aproveitamento para subirmos na tabela”, concluiu Chico.