O Corinthians deve iniciar a defesa do seu título da Libertadores sem o zagueiro Chicão. Na tarde desta segunda-feira, o clube comunicou que o jogador precisará passar por uma artroscopia no joelho esquerdo, com a expectativa de afastamento dos gramados por aproximadamente um mês.

A data da operação de Chicão ainda não foi definida pelo departamento médico do Corinthians. Porém, a estreia da equipe na Libertadores está marcada para o dia 20 de fevereiro, em Oruro contra o San José. Assim, ele tem chances apenas remotas de jogar na Bolívia, onde a dupla de zaga titular deverá ser formada por Paulo André e o recém-contratado Gil.

Gil, aliás, deve aproveitar a ausência de Chicão para tentar conquistar seu espaço no Corinthians. O zagueiro veio do Valenciennes, da França, e pode estrear nesta quarta-feira na partida contra a Ponte Preta, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, se tiver o seu contrato regularizado.

Chicão reclamava de dores no joelho esquerdo durante a pré-temporada do Corinthians. Por isso, era um dos poucos titulares que não treinava com bola e vinha sendo poupado pela comissão técnica. Como as dores continuaram, o jogador fez uma ressonância magnética que detectou a necessidade da realização de uma artroscopia.