O Chicago Bulls aproveitou bem o mando de quadra e abriu 1 a 0 na final da Conferência Leste da NBA ao derrotar o Miami Heat por 103 a 82, na noite de domingo. O triunfo repetiu o excelente desempenho do Bulls diante do Heat, já que a equipe venceu os três duelos realizados durante a temporada regular. O segundo jogo da decisão da Conferência Leste está marcado para quarta-feira em Chicago.

Derrick Rose chegou a perder três posses de bola no início da partida, mas depois cresceu no duelo e terminou com 28 pontos anotados para o Bulls. Luol Deng também foi decisivo para o triunfo ao conter LeBron James. Ele anotou 21 pontos, conseguiu sete rebotes e venceu o duelo com o astro do Heat, que marcou apenas 15 pontos.

Carlos Boozer anotou 14 pontos e obteve nove rebotes, cinco a menos do que Joakim Noah. O desempenho no garrafão também foi decisivo para o triunfo do Bulls, que obteve 45 rebotes contra 33 do Heat. Chris Bosh liderou o Mimai e foi o cestinha do duelo com 30 pontos, além de ter conseguido nove rebotes. Já Dwyane Wade fez 18 pontos.

O Heat terminou o primeiro quarto com uma vantagem de três pontos (23 a 20), mas as equipes foram ao intervalo empatadas (48 a 48). O duelo praticamente foi definido na metade do terceiro quarto, quando Bulls anotou dez pontos seguidos e fez 67 a 58. A vantagem foi ampliada no último período, completamente dominado pelo Chicago, que conseguiu a sua primeira vitória na final da Conferência Leste da NBA.

Os playoffs da NBA prosseguem na terça-feira com a abertura da decisão da Conferência Oeste da NBA. O Dallas Mavericks, que fez 4 a 0 no Los Angeles Lakers, recebe o Oklahoma City Thunder, que superou o Memphis Grizzlies por 4 a 3.