O Chelsea desmentiu ter apresentado uma oferta milionária ao Milan para ter Kaká e afirmou considerar a transferência do brasileiro como “improvável”.

“Não houve nenhuma proposta”, disse o dirigente do Chelsea, Peter Kenyon, “Eles foram claros ao dizer que o jogador não está à venda e nós também somos [claros] ao dizer que não apresentamos nenhuma proposta”.

A notícia, veiculada na imprensa internacional, a respeito uma proposta de 100 milhões de euros que teria sido feita pelo time inglês, já havia provocado uma resposta dura do vice-presidente do Milan, Adriano Galliani.