O Chelsea se classificou nesta terça-feira para as semifinais da Liga dos Campeões com um empate emocionante por 4 a 4 com o Liverpool. A equipe havia vencido o primeiro duelo, fora de casa, por 3 a 1. Agora, o time de Londres vai disputar uma vaga na final da competição europeia com o Barcelona, que avançou após empate por 1 a 1 com o Bayern de Munique. Os duelos serão disputados em 28 de abril, na Espanha, e 6 de maio, em Londres.

Com o resultado, o Chelsea elimina o Liverpool pela segunda vez seguida da Liga dos Campeões. No ano passado, a equipe derrotou o rival nas semifinais. Na decisão, no entanto, foi derrotado pelo Manchester United na disputa de pênaltis, depois de empate no tempo regulamentar e na prorrogação.

A partida começou equilibrada e aberta. Torres, pelo Liverpool, e Lampard, do Chelsea, desperdiçaram boas oportunidades. Aos poucos, o Liverpool passou a acuar o time da casa, com uma marcação muito forte.

Os visitantes abriram o placar aos 19 minutos, com Fábio Aurélio. O brasileiro surpreendeu o goleiro Petr Cech ao cobrar falta lateral direto para o gol. O segundo gol saiu aos 28 minutos em pênalti convertido por Xabi Alonso, que sofreu a falta. Aos 45, Cech evitou o terceiro gol ao defender cabeceio de Kuyt.

O Chelsea voltou melhor na etapa final e diminuiu a vantagem do Liverpool logo aos seis minutos. Anelka cruzou, Drogba desviou e o goleiro Reina não conseguiu evitar o gol. E o time londrino seguiu no ataque. Aos 11, Drogba quase marcou em cobrança de falta. No minuto seguinte, em nova falta, o zagueiro Alex chutou forte e igualou o placar do duelo.

O Liverpool continuou lutando e perdeu oportunidade com Fernando Torres. E quem chegou ao terceiro gol foi o Chelsea. Aos 31 minutos, Ballack passou para Drogba, que cruzou para Lampard desviar para as redes.

Porém, o Liverpool conseguiu a virada. Aos 36 minutos, Lucas chutou de fora da área, a bola desviou Essien e entrou no gol do Chelsea. O quarto gol saiu dois minutos depois. Riera cruzou para Kuyt marcar de cabeça.

O Chelsea ainda conseguiu empatar o duelo. Aos 44 minutos, Anelka passou para finalização perfeita de Lampard: 4 a 4. Nos minutos finais, Essien evitou o quinto gol do Liverpool ao tirar a bola em cima da linha após chute de N’Gog.