Rogério Ceni, maior ídolo do São Paulo nos últimos anos e um dos maiores de toda a história, o goleiro foi novamente decisivo na conquista do Brasileiro, o quinto do São Paulo. Eufórico, o camisa 1 tricolor elogiou o grupo, disse que pode jogar até 2014 ?para atuar no Morumbi coberto? – aos 41 anos de idade – e fez previsões para o próximo ano.

?O grupo é ótimo, é bom de se trabalhar, por isso ganhamos tanta coisa?, comentou. ?O dever foi cumprido, mas em 2008 acredito que vamos encontrar muito mais dificuldades, porque podemos perder jogadores?, prosseguiu. ?Nosso time, hoje, ainda não está preparado para ganhar a Libertadores.

Apesar da grande forma, Dunga insiste em deixá-lo fora da lista para convocar, além de Júlio César, o questionável Doni, que hoje atua pela Roma. Rogério não quis entrar em polêmica com Dunga e garantiu não se importar tanto em voltar para a seleção. Sua principal paixão, repetiu, é o São Paulo. ?É uma opção do treinador (Dunga), apenas faço meu trabalho.?