A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou que já tem data a inauguração de estátua em homenagem a Mário Jorge Lobo Zagallo. A peça será exposta no Estádio Engenhão, no Rio, a partir do dia 31 de maio e vai celebrar a carreira do ex-atleta e ex-técnico de 81 anos, conhecido por ser o maior vencedor da história da Copa do Mundo.

A homenagem a Zagallo ficará na entrada do estádio, na companhia das estátuas de Nilton Santos, Jairzinho e Garrincha. “Estarei em boa companhia”, disse o ex-jogador e ex-treinador. Durante a inauguração, estarão presentes a comissão técnica e os jogadores da seleção, que têm treino marcado para o Engenhão no mesmo dia – o Brasil faz amistoso com a Inglaterra, em 2 de junho, no Maracanã, também no Rio.

A homenagem é promovida tanto pela CBF como pelo Botafogo, time pelo qual Zagallo foi bicampeão carioca e onde viveu grande parte da sua carreira. Antes disso, ele já havia conquistado três títulos estaduais vestindo a camisa do Flamengo.

Na seleção, Zagallo teve participação em quatro das cinco vezes em que o Brasil conquistou a Copa do Mundo. Ele foi campeão mundial duas vezes como jogador, atuando nos times que jogaram em 1958 e 1962. Além disso, foi o treinado no tricampeonato em 1970 e o coordenador técnico em 1994. Chegou a voltar à seleção em 2006, mais uma vez como coordenador do time comandado por Carlos Alberto Parreira.

“Nada mais merecido do que homenagear um profissional da importância do Zagallo para a seleção e para o futebol brasileiro”, declarou o presidente da CBF, José Maria Marin. “Nosso objetivo é realizar um evento à altura do que significa Zagallo para todos os brasileiros que amam o futebol.”