A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu o adversário do segundo amistoso do Brasil antes do início das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia. No dia 8 de setembro, a seleção vai enfrentar os Estados Unidos, na casa do adversário. Antes disso, está previsto o Superclássico das Américas contra a Argentina, também em solo norte-americano.

A CBF, porém, não concluiu a negociação de contratos para a realização deste jogo, conforme informou o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, nesta segunda-feira.

Dirigentes de empresas envolvidas na organização do Superclássico das Américas são alvos da Justiça norte-americana nas investigações de corrupção do futebol. Das agências de marketing que operam com a CBF, a Klefer, de propriedade de Kleber Leite, teve as contas bloqueadas na semana passada e documentos e computadores apreendidos em sua sede no Rio. “Não há nada a temer. Todos os nossos compromissos serão, como sempre, cumpridos”, garantiu o empresário.

Outra empresa investigada é a Full Play, que teve seu dono e o vice-presidente – Hugo Jinkins e seu filho Mariano – presos na Argentina.