Santa Catarina não tem autódromo asfaltado e por isso seus pilotos precisam competir em outros estados. A maioria deles prefere participar das competições no Paraná por estar mais próximo, portanto, com menos custo. E eles não fazem feio.

Lideram a Copa Pinhais, que tem as oito etapas disputadas no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais, na região metropolitana da capital paranaense.

A Copa Pinhais entra na segunda fase da atual temporada neste final de semana, quando será disputada a quinta etapa. A programação da prova começa nesta sexta-feira com treinos livres, no sábado haverá a primeira prova e no domingo a programação será concluída, com a realização da segunda prova, quando serão conhecidos os vencedores.

Os paranaenses precisam reagir se quiserem continuar alimentando esperanças de títulos. Na categoria Marcas A, o curitibano Valmor Emílio Weiss é o melhor paranaense, ocupando a terceira colocação, com 88 pontos, ao passo que o catarinense Marcel Sedano Rodrigues é o líder, com 130 pontos.

No Marcas B, o melhor paranaense é Geovane Ciesielski, também ocupando a terceira colocação, com 78 pontos. Gustavo Magnabosco, de Santa Catarina, é o primeiro colocado, com 128 pontos.

A situação se repete também na Turismo 5000, que reúne os potentes Ômegas, que outrora brilharam na Stock Car nacional. Marco Aurélio Ortega Garcia é o paranaense mais bem colocado na Turismo 5000 “B”, ocupando o terceiro lugar, com 110 pontos.

Joelson Capistrano, de Santa Catarina, ocupa a liderança, com 162 pontos, enquanto que o também catarinense José Agostinelli Neto é o segundo colocado, com 105 pontos.

Na Turismo 5000 A, os paranaenses estão nas três primeiras colocações. Armin Kliewer é o líder com 132 pontos, seguido de Marco Antônio Ortega Garcia (127) e Marcos Claudemir Chueda (81) pontos.