O gerente de futebol do São Paulo, Gustavo Vieira de Oliveira, negou nesta segunda-feira que o clube do Morumbi esteja interessado em contratar o meia Conca. O argentino está no mercado depois que a Unimed, responsável pela maior parte dos seus vencimentos, anunciou o rompimento do patrocínio com o Fluminense.

“Contratações pontuais quer dizer ter um bom diagnóstico. Essa é a nossa perspectiva. Brigamos para ganhar título e temos de ter jogadores compatíveis com essa ambição. O Conca é um belíssimo jogador, experiente, competitivo e campeão, mas não temos imaginado Conca em nosso elenco”, comentou o jovem dirigente, filho do ex-jogador Sócrates.

Gustavo, porém, deixou claro que não pretende tratar publicamente de nomes que o São Paulo faz questão total de negociar sob sigilo. “Temos pensado em vários nomes e temos alguns alvos sob sigilo, porque se a gente pensar alto já repercute no próprio mercado. Mas óbvio que a gente monitora a situação de praticamente todos.”

O dirigente, porém, assemelhou a situação de Conca à de Wesley, com quem o São Paulo tem um pré-contrato, mas nega qualquer negociação. “Wesley é uma situação semelhante à do Conca. Nesse mercado, não se trabalha sem sigilo.”