Depois de ver o seu time bater o Avaí por 1 a 0, em Florianópolis, no último domingo, e assumir a sétima colocação do Campeonato Brasileiro, o técnico Paulo César Carpegiani comemorou mais um bom resultado e mostrou otimismo ao dizer que a equipe agora tem a obrigação de vencer o vice-líder Corinthians, na próxima quarta-feira, na Arena da Baixada.

O treinador lembrou que o time paranaense precisa aproveitar o fato de jogar com o apoio da sua torcida para se aproximar da briga pelas quatro primeiras posições. “Assim como a torcida eu também me emocionei pela vitória, da forma como foi conseguida, mas precisamos separar as coisas e encarar essa fase com uma certa normalidade. Cabe a mim, por estar à frente do clube, estar ciente, pés no chão e tirar a euforia, porque quarta teremos um jogo muito difícil contra um grande adversário, que é favorito ao título. Temos a obrigação de vencer, já tenho uma equipe definida na cabeça, altamente técnica e competitiva, e que vai dar duro para conseguir mais uma vitória e dar alegrias à torcida”, ressaltou o comandante.

Carpegiani ainda destacou que a vitória obtida fora de casa dará mais confiança para o time surpreender o favoritismo corintiano. “Foi uma grande vitória, porque a torcida vai estar presente na quarta-feira e é importante contar com esse apoio. Nada melhor do que uma vitória fora jogando contra uma grande equipe. Abrimos vantagem em relação a eles mesmos (do Avaí) e o trabalho continua, teremos outra guerra na quarta”, reforçou.

Já o atacante Maikon Leite, autor do gol da vitória no último domingo, aos 49 minutos do segundo tempo, ressaltou que o Atlético-PR passou a vislumbrar novos objetivos no Brasileirão. “Esta vitória representa todo o trabalho que estamos fazendo desde o começo, que é lutar pelas primeiras posições. Sabíamos que a equipe tinha condições e os resultados foram aparecendo. Mesmo nas partidas que perdemos nós jogamos de igual para igual. Estamos em uma sequência boa e agora é só olhar para cima da tabela, esquecer lá embaixo”, disse.