A seleção brasileira masculina de basquete foi atropelada pelo Canadá e chegou à segunda derrota em duas partidas na Copa América da Venezuela. Sem nenhuma dificuldade, os canadenses fizeram 91 a 62 neste domingo, em Caracas, e colocaram os comandados de Rubén Magnano em uma situação complicada no Grupo A da competição.

O resultado colocou o Brasil na última colocação da chave empatado com a Jamaica, mas com desvantagem no saldo de pontos. Menos mal para o time brasileiro que quatro dos cinco times no grupo garantem vaga para a sequência da competição. Por outro lado, o Canadá chegou à segunda vitória em três partidas e encaminhou sua classificação.

Depois de uma derrota apertada na estreia para Porto Rico, por 72 a 65, o Brasil não ofereceu qualquer resistência neste domingo. Sem os atletas que atuam na NBA – Leandrinho, Anderson Varejão, Tiago Splitter, Nenê e Vitor Faverani -, a equipe viu o Canadá impor seu estilo de jogo sem maiores dificuldades.

Se o time brasileiro não conta com os jogadores da NBA, os canadenses tiveram em Cory Joseph, do San Antonio Spurs, seu destaque neste domingo. O armador foi o cestinha do confronto com 28 pontos, além de nove rebotes, e ainda contou com o auxílio de Andrew Nicholson (13 pontos) e Andrew Rautins (12 pontos) para comandar a vitória. Pelo lado brasileiro, destaque para Guilherme Giovannoni, que anotou 11 pontos e oito rebotes.

A partida deste domingo começou bastante equilibrada e o Brasil até largou na frente, vencendo o primeiro quarto por 22 a 19. Mas já no segundo período os canadenses viraram o placar e no terceiro conseguiram abrir vantagem. Com um ataque pouco criativo e uma defesa que não conseguia parar o adversário, o time brasileiro praticamente assistia à atuação do rival.

Agora o Brasil se prepara para enfrentar aqueles que na teoria são os adversários mais fracos do grupo. Nesta segunda-feira o confronto será diante do Uruguai, enquanto na terça o adversário será a Jamaica. A Copa América de Basquete garante vaga aos quatro primeiro colocados para o Mundial da Espanha, que será disputado no ano que vem.