A Federação Paranaense de Futebol (FPF) determinou como será a disputa do campeonato Estadual feminino 2019. Com apenas quatro times na disputa, a competição terá início no dia 7 de setembro e se encerrará no dia 13 de outubro. Todas as equipes irão se enfrentar em jogos de ida e volta e levantará a Taça aquela que somar mais pontos ao final dos confrontos.

+ Leia mais: Veja o provável time do Coxa que encara o São Bento

Fazem parte do Campeonato Paranaense de futebol feminino o Foz Cataratas/Athletico, que está na briga pela classificação no Campeonato Brasileiro, Imperial, Londrina EC e Toledo EC. Os jogos serão, preferencialmente, disputados às 15h, aos finais de semana.

+ Veja ainda: Tricolor estreou novo uniforme, com direito à novidade na camisa

O estadual feminino é realizado desde 1998 e o maior vencedor é o Foz Cataratas, com sete títulos. O time da fronteira é absoluto e desde que iniciou sua participação no campeonato, ganhou todas as vezes em que entrou na disputa. Esta será a 20ª edição da competição, já que nos anos de 2015 e 2016 a disputa não foi realizada devido ao baixo número de clubes inscritos (somente três). Poderão participar atletas nascidas a partir de 2003, com no mínimo 16 anos.

+ Também na Tribuna: Abner vai custar uma grana preta do Furacão

Representante de Curitiba, o Imperial FC está já em preparação para brigar pela conquista de um inédito título. O auxiliar técnico Diego Borges explicou à Tribuna do Paraná que haverá algumas contratações para que o time chegue com condições de brigar.

Imperial é o representante de Curitiba no Estadual. Foto: Reprodução/Instagram
Imperial é o representante de Curitiba no Estadual. Foto: Reprodução/Instagram

“Já temos uma equipe base formada e em breve estarão chegando mais atletas para compor nosso elenco, e aí sim, com a equipe toda reunida, vamos trabalhar intensamente para montar uma equipe vencedora”, garantiu.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão

Com a intenção de fazer bonito na disputa, o Imperial quer tentar tirar a supremacia do Foz. O objetivo do time é poder figurar no cenário nacional.  “As expectativas são as melhores. Estamos nos organizando para montar uma equipe bem competitiva e conseguir uma vaga para o Brasileirão A2”, finalizou Borges.

+ Confira a tabela e a classificação da Série B!

A equipe que vencer a competição deste ano garante vaga para o Campeonato Brasileiro A2, uma espécie de Série B. Caso o Foz seja novamente o vencedor, a vaga fica para o vice, uma vez que a equipe da fronteira já tem vaga garantida no A1, a primeira divisão. Poderão participar atletas nascidas a partir de 2003, com no mínimo 16 anos.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!