O Campeonato Japonês será retomado no dia 23 de abril após ser suspenso por conta dos efeitos do devastador terremoto, seguido de um tsunami, que atingiu o nordeste do Japão em 11 de março. No entanto, os jogos envolvendo Kashima Antlers, Vegalta Sendai e Mito Hollyhock, que sofreram danos em seus estádios e instalações, podem ser remarcados ou realizados em campo neutro.

Todos os jogos de abril serão realizados durante o dia com a intenção de poupar energia, o que pode ser estendido para o restante do campeonato. O nordeste do Japão, incluindo a região metropolitana de Tóquio, sofre com a escassez de eletricidade, em um dos efeitos do desastre. “Chegamos a uma conclusão unânime de que 23 de abril será o melhor”, disse Kazumi Ohigashi, presidente da J-League, responsável pela organização do Campeonato Japonês.

As cinco rodadas da primeira divisão e as seis rodadas da segunda divisão previstas para o período entre 12 março e 17 abril, serão disputada em julho, quando estava previsto um recesso do futebol local, com compromissos da seleção japonesa, que foi convidada para disputar a Copa América. Já os jogos da Copa da Liga Japonesa marcados para 6 e 7 de abril serão disputados no final da temporada.