O campeonato 2005 da Fórmula Truck está em aberto. E não se trata apenas de força de expressão. Faltando três etapas para o final da temporada, literalmente e matematicamente, todos os pilotos inscritos neste ano têm chances de conquistar o título. Mesmo aqueles que ainda não conseguiram marcar um ponto sequer na competição. Mas, claro, que a prática é outra.
 
O líder na classificação é Wellington Cirino, da Mercedes Benz, que soma 69 pontos. Cirino, todavia, sofreu um acidente na etapa de Londrina e, devido ao seu tempo de recuperação física, está fora da disputa, em princípio. Como ainda restam 84 pontos em jogo no certame, 27 por vitória e 1 por pole position, as possibilidades até dezembro são muitas.
 
Na prática, levando-se em consideração o conjunto caminhão/piloto, além das probabilidades aritiméticas, oito pilotos, exceção feita a Wellington Cirino, permanecem com boas chances de alcançar a taça de campeão. São eles: Fabiano Britto, Leandro Totti, Vignaldo Fizio, Roberval Andrade, Djalma Fogaça, Beto Napolitano, Beto Monteiro e Jonatas Borlenghi.
 
Dentro os pilotos extremamente competitivos, com chances matemáticas ainda, mas na prática um tanto quanto distantes do título, está o paulista Renato Martins. Um dos melhores pilotos da Fórmula Truck, maior vencedor da categoria e com certeza um espécie de coringa na briga dos demais competidores. Os resultados de Martins poderão influenciar no triunfo do campeão.
 
A próxima etapa do campeonato acontece neste final de semana em Curitiba, no Paraná. Os primeiros treinos estão marcados para esta sexta-feira. O treino de classificação, que define o grid de largada, está programado para sábado às 15h. A largada da prova está prevista para domingo, a partir das 14h15, com transmissão ao vivo pela RedeTV!