Depois de três dias de descanso, o técnico Muricy Ramalho definirá se algum jogador do pentacampeão São Paulo ganhará férias antecipadas. Mas já sabe que, se perguntar, dificilmente ouvirá de alguém o pedido para não disputar os últimos quatro jogos do Campeonato Brasileiro.

Apesar da exaustiva temporada – em que o São Paulo já realizou 69 jogos – os atletas mais utilizados pelo treinador só deverão ser poupados pra valer no último jogo, contra o Atlético Paranaense, no dia 2 de dezembro, em Curitiba. Até lá, o time do Morumbi seguirá com força máxima. Pelo menos na teoria. Na prática, é provável que Muricy comece a experimentar garotos que subiram da base e atletas pouco aproveitados.