O ucraniano Vitali Klitschko, campeão do Conselho Mundial de Boxe (CMB) dos pesos pesados, lamentou neste domingo a incorporação do boxe feminino nos Jogos Olímpicos de 2012 de Londres, destacando que seu esporte “é uma modalidade para homens, não para mulheres”.

“Espero que as mulheres não levem a mal, pode ser antiquado ou conservador de minha parte, mas acho que há esportes mais bonitos para elas”, declarou Klitschko ao jornal Die Welt.

O Comitê Olímpico Internacional anunciou em agosto passado que o boxe feminino passaria a fazer parte dos Jogos Olímpicos de 2012 de Londres, com doze atletas em três categorias: mosca (de 48 a 51 kg), leve (56 a 60 kg) e médio (69 a 75 kg).