Um dos mais talentosos atacantes de sua geração, o atacante Thierry Henry anunciou oficialmente nesta terça-feira a sua aposentadoria do futebol profissional, encerrando uma carreira de 20 anos. Campeão do mundo com a seleção francesa em 1998, quando era então um garoto do time liderado por Zinedine Zidane, o agora ex-atleta revelou que irá trabalhar como comentarista esportivo na TV.

Autor do gol que eliminou o Brasil nas quartas de final da Copa de 2006, na Alemanha, onde ajudou o seu país a avançar à decisão da competição e só caiu nos pênaltis diante da Itália, Henry também se sagrou campeão da Eurocopa de 2000 e da Copa das Confederações de 2003. Com a camisa da França, por sinal, ele detém o recorde de 51 gols marcados em 123 partidas pela seleção nacional.

A sua carreira de clubes também foi gloriosa. Revelado pelo Monaco, pelo qual foi campeão francês em 1997, ele passou depois por Juventus, Arsenal, Barcelona e acabou fechando a sua trajetória profissional pelo New York Red Bulls, dos Estados Unidos. No Arsenal, ele virou um grande ídolo da torcida do time inglês ao se tornar o maior artilheiro da história do clube, com 226 gols em 369 partidas entre 1999 e 2007, período em que conquistou sete títulos, sendo dois deles do Campeonato Inglês e três da Copa da Inglaterra.

Já com a camisa do Barcelona, Henry foi campeão da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes da Fifa em 2009, faturou duas vezes o Campeonato Espanhol e levou uma Copa do Rei, assim como também teve boa média de gols. Foram 49 bolas na rede em 121 confrontos, sendo que a vocação de artilheiro foi mantida na fase final de sua carreira, pois marcou 52 vezes em 133 partidas pelo New York Red Bulls.

Por meio de um curto comunicado divulgado em sua página no Facebook, o goleador de 37 anos de idade festejou os feitos obtidos ao longo de sua brilhante carreira. “Foi uma viagem incrível. Tive algumas lembranças incríveis (a maioria boas), e uma experiência maravilhosa. Espero que tenham se divertido tanto quanto eu me diverti participando dela”, escreveu o astro.

Já ao falar sobre o novo rumo que resolveu tomar em sua vida, Henry revelou que voltará a morar na capital inglesa, onde fez história defendendo o Arsenal. “Agora é o momento para uma carreira diferente e tenho o prazer de dizer que vou voltar para Londres e se juntar à Sky Sports (canal de TV). Eu espero compartilhar algumas das ideias, observações e experiências que eu aprendi ao longo dos anos com vocês”, ressaltou.