Embora na etapa de encerramento da terceira rodada do “Peladão/Tribuna”, ontem cedo, a média de gols não tenha sido tão alta como na véspera, as goleadas tornaram a marcar o campeonato.

Nas duas de maior número de gols, o Projepar/Estruturas Pré-Moldadas venceu o Jamef/Transportes por 11×0, lembrando que o perdedor atuou somente com sete atletas; na outra, o REC/Recanto Esportivo Colônia, venceu o Vila Lorena/Bela Vista por 8×0, em partida válida pela categoria Mirim; o encontro entre as equipes do Projepar e Jamef foi pela categoria Indústria/Comércio.

Na domingueira foram realizados 11 dos 12 jogos que estavam programados, já que a esquadra do Anjo Dourado, da série Tribuna, foi eliminada do campeonato por não atender dispositivos do regulamento. Ontem, essa equipe tomou o segundo WO, pelo que está, agora, impedida de voltar a recorrer ao TEJD. Foram marcados 61 gols, com média de 5,54 tentos por partida. Foram expulsos dois atletas: Felipe, da equipe Bom Aluno FC e Mauro, do Em Ritmo de Festa Futebol Show, ambos da categoria Universitária/Vestibulandos. Os dois – Felipe e Mauro, – inauguraram a galeria dos indisciplinados do campeonato de 2004.

Dois resultados que merecem citação especial: a goleada da Associação Atlética Gralha Azul (octacampeão feminino), sobre a voluntariosa equipe do Dinamarca FC por 5×0, e o tropeço inesperado do IBQ/Indústria Química, campeão da categoria Indústria/Comércio em 2003, que não passou de um empate em 2×2 com o Pinga Pura FC.

Outros resultados expressivos: Cates/Peladeiro 1×1 Ascoville, e Águia de Ouro 3×1 Prefeitura de Araucária, na categoria Mirim; Cajuru Futebol Clube 1×1 Nacional Pinhais, na categoria de Veteranos; Águia de Ouro 2×0 REC/Recanto Esportivo Colônia, na categoria Infantil; e Bom Aluno FC 6×2 Em Ritmo de Festa Futebol Show, na categoria Universitária/Vestibulandos.

Todo e qualquer recurso quanto a irregularidades, resultados, arbitragens, e principalmente WO, devem ser endereçados ao presidente do TEJD/Tribunal Especial de Justiça Desportiva – dr. Boleslau Sliviany – devidamente protocolado o mais tardar até às 18h de hoje junto à Comissão Organizadora, na Rua Carlos de Carvalho, 2419, recolhida a taxa prevista em regulamento, sem o que a petição não terá valia.