A situação ainda é muito difícil, mas o Vasco segue na luta para fugir de mais um rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O time melhorou nas últimas rodadas com quatro vitórias e dois empates, mas a distância para o Coritiba, o último fora da degola, é de seis pontos (33 a 27). Para sair desta incômoda posição, o meia Bruno Gallo diz que os jogadores têm que “dar a vida” pelo clube.

“O torcedor pode acreditar, pois estamos trabalhando com intensidade todos os dias. Esse período para treinos vem sendo importante porque o (técnico) Jorginho ainda não havia tido tempo para implantar seu método. Eu, particularmente, estou muito feliz com o meu momento. Batalhei muito para estar jogando e ajudando o Vasco em sua recuperação”, disse.

O jogador afirmou que sentia que o Vasco iria melhorar no Brasileirão. “Sabíamos que era questão de tempo para as vitórias começarem a vir, para a nossa bola passar a bater na trave e entrar e para tudo começar a dar certo. Podem ter certeza que iremos sair dessa situação”, comentou Bruno Gallo.

O Vasco segue treinando intensamente em São Januário nos últimos dias visando o confronto contra a Chapecoense. Nesta quinta-feira, a comissão técnica, liderada pelo treinador Jorginho, comandou treinamentos físicos e técnicos.