O Brasil tinha dois representantes neste sábado nas semifinais dos 50 metros costas, mas ambos acabaram eliminados e estão fora da decisão da prova. No Mundial de esportes aquáticos disputado em Roma, Guilherme Guido foi a principal decepção, já que tinha feito o melhor tempo das eliminatórias, quebrando o recorde da competição. Daniel Orzechowski, por sua vez, baixou sua marca, mas não foi suficiente para ficar entre os oito melhores.

Depois de se classificar com o tempo de 24s49, Guido não repetiu o bom desempenho neste sábado. Nadando na segunda bateria, ele fez 24s98, longe do britânico Liam Tancock, que conseguiu a melhor marca do classificatório, com 24s02, quebrando novamente o recorde do Mundial. O brasileiro foi o 15.º colocado entre os 16 semifinalistas. Orzechowski ficou logo à frente, no 14.º lugar, melhorando sua marca de 24s97 para 24s92.

Na cola de Tancock, o japonês Junya Koga (24s29) avançou à final em segundo, seguido pelo francês Camille Lacourt (24s46). A decisão dos 50 metros costas será realizada neste domingo em Roma.