São Paulo – O gaúcho Marcos Daniel abre a participação brasileira no Torneio de Roland Garros, segundo do Grand Slam de 2005. Hoje, a partir das 6h, ele irá enfrentar o o croata Mario Ancic, que ocupa a 19.ª colocação no ranking de entradas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP).

Em seguida, por volta das 7h30 (também de Brasília), será a vez do paulista Ricardo Mello entrar em ação. Número 58 no ranking, ele faz sua estréia diante do holandês Peter Wessels (83.º). A partida é a segunda da programação da quadra 9.

Mello desembarcou em Paris sexta-feira pela manhã e já aproveitou para treinar no período da tarde. Sábado, treinou em dois períodos e ontem, pela manhã, fez um bate-bola com o mineiro André Sá.

Apesar de nunca ter enfrentado o holandês, Mello e o técnico Marcelo Tella já trocaram informações sobre o adversário e montaram a estratégia para o jogo. "O Wessels é um jogador alto, que saca bem e vem bastante para cima. Usa bem o slice de esquerda, mas tem um pouco de dificuldade nas longas trocas de bolas", definiu o brasileiro. "Vou procurar colocar bastante o primeiro saque e tentar fazer ele correr ao máximo no fundo da quadra."