O para-atleta brasileiro Bruno Carras, 23, foi suspenso preventivamente de sua participação no levantamento de peso durante a Paraolimpíada de Londres.

Ele foi pego durante exame antidoping com uma substância considerada proibida pelo Comitê Olímpico Internacional.

Bruno Carros iria competir ainda hoje na arena ExCel, em Londres, mas o comitê paraolímpico do Brasil resolveu retirá-lo dos jogos até que o caso seja julgado pela organização internacional.

A substância encontrada no exame foi a hidroclorotiazida, um diurético usado em casos de controle de pressão arterial.

O atleta, que é de Salto, no interior de São Paulo, tem nanismo e pratica o esporte desde 2009. Ele ainda não se pronunciou sobre o caso.