Na preparação para a disputa da fase final do Grand Prix, que começa na quarta-feira, em Sapporo, no Japão, a seleção brasileira feminina de vôlei fez um jogo-treino nesta sexta em Nagoya, onde está concentrada. Para testar o grupo, o técnico José Roberto Guimarães chamou como adversário um time masculino, infanto-juvenil, da própria cidade. E a vitória foi do Brasil, por 3 sets a 1, com parciais de 17/25, 25/17, 25/16 e 25/22.

“Foi um treinamento muito válido. Eles têm um time com jogadores rápidos e bons tecnicamente. Fizemos uma partida positiva em todos os sentidos. Esse jogo exigiu do nosso bloqueio e da nossa defesa. O ataque deles também é pesado, com jogadores habilidosos. Também enfrentamos uma escola diferente. Acho que aproveitamos bastante esse amistoso como preparação para a fase final”, avaliou Zé Roberto, após a vitória brasileira em Nagoya.

“Esse tipo de treino é muito importante. Ficamos um pouco ansiosas por jogar contra homens. No entanto, é um jogo com uma motivação diferente. Sabemos que vamos precisar correr mais e não ter medo. É muito positivo para nosso time, pois eles alcançam uma altura maior e jogam em uma velocidade diferente”, comentou a líbero Fabi, lembrando ainda que o Brasil estava sem jogar desde domingo. “Também ganhamos muito ritmo de jogo.”

Na fase final do Grand Prix, as seis seleções classificadas se enfrentam todas contra todas, sendo que será campeã aquela que somar mais pontos após as cinco partidas que fará. A estreia do Brasil acontece na quarta-feira, diante dos Estados Unidos. Depois, pela ordem, os adversários brasileiros são Japão, Itália, Sérvia e China.